sexta-feira, 19 de novembro de 2010

PODE PARECER BREGA MAS... QUE VIDA BOA!!!!

Acho que nós complicamos demais a vida ou... a lei da sobrevivência fala mais alto!
Não sei... Só sei que essa música resume tudo aquilo que nos faz realmente FELIZES !
Nós é que a complicamos...
Pode lhe parecer "brega", mas é o que eu acho!
ADOOOORO!!!!


SEMPRE ACHEI QUE O EXÉRCITO DO "BEM" SEMPRE SUPERA O DO "MAL"!!


"A molecada aprende algumas coisas e já acha que é programador!"

Nos dias de hj, quem mais se acha o bam-bam-bam da informática só pq fez um cursinho e tal, e sabe mais que a mãe, que a vizinha, que a amiga da mãe.Mas não é bem assim!
Isso pode parecer "antigo" mas existe em tudo o exército do BEM e do MAL!

Veja:
"Hoje, talvez o maior medo de uma empresa baseada na web é ser atacada por hackers. Porém, o que pouca gente sabe é que nem todos estes jovens que sabem tudo de programação e segurança na internet estão dispostos a tomar os sites só por prazer e um pouco de fama.
Miguel Targa, uma brasileiro de 21 anos residente dos Estados Unidos, é um desses casos. O jovem começou sua jornada no mundo digital com 12 anos e, bastante curioso, foi aprendendo sozinho como os programas funcionavam. Ganhou uma Bíblia do Delphi 3 e passou a estudar os códigos com o objetivo de descobrir bugs em sites inimagináveis.
Acontece que Miguel faz parte de uma safra de curiosos (ele não gosta de ser chamado de hacker, programador, analista ou qualquer coisa do tipo) que não usa as falhas encontradas nos grandes portais para prejudicar os usuários ou a empresa. "Não quero roubar senhas ou danificar computadores", diz. Ele alerta as empresas sobre falhas na segurança e algumas vezes ganha até bonificações por ter ajudado o site, como aconteceu recentemente com o YouTube. A Google estava oferecendo premiação para pessoas que encontrassem alguma falha no sistema da plataforma de vídeos e Miguel encontrou. A premiação? Um belo cheque em dólares. Alex Miller, um garoto norte-americano de 12 anos, também recebeu uma recompensa por ter descoberto um bug crítico no navegador Firefox e foi premiado com um gordo cheque de US$ 3 mil. Casos como estes estão cheios por aí, assim como aconteceu aqui mesmo com o Olhar Digital, onde o próprio Miguel alertou nossa equipe sobre uma falha.
Para Miguel, um portal seguro é tudo hoje em dia, pois traz mais confiança para os usuários, menos frustrações e perda de dinheiro para a empresa, caso haja algum ataque. "Para manter um site seguro é preciso contratar as pessoas certas para o trabalho, programadores que entendam de segurança e que pensem como um hacker", aconselha. Aliás, existem muitos hackers na história da internet que hoje em dia trabalham para a segurança de grandes empresas, assim como outros que não desistem de badernar na internet, apenas para ganhar fama e reconhecimento entre outros hackers.
A verdade é que no mundo da programação muitas vezes a segurança é deixada de lado porque a profissão de programador se banalizou no mercado. "A molecada aprende algumas coisas e já acha que é programador. Aí faz trabalhos por R$10,00, R$30,00 ou R$50,00 e sai algo mal feito e com problemas se segurança", conta. Com "profissionais" assim no mercado, de baixa qualidade e que cobram muito pouco pelo serviço, fica difícil a competição entre os programadores mais experientes que normalmente cobram mais caro. Desta forma, nascem muitos sites e portais com falhas de segurança extremamente fáceis de serem descobertas e que podem ser um prato cheio para crackers.

Assim como Miguel, outros "curiosos" também sonham em viver apenas descobrindo bugs e caçando recompensas. Esta pode ser uma nova modalidade entre os jovens, que ao invés de utilizar sua experiência e conhecimento para prejudicar os portais, passem a direcionar seus negócios para promover a segurança na internet."

Por:Stephanie Kohn
http://olhardigital.uol.com.br/produtos/digital_news/em-nome-da-seguranca-os-hackers-do-bem/14889

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

GUIRLANDAS - VIDA, ETERNIDADE, FORÇA E CURA!!

Presente na maioria dos lares durante o mês de dezembro, a guirlanda é um dos símbolos natalinos mais famosos. Mas será que todos que as colocam em suas portas sabem o que ela significa?
A origem da guirlanda natalina, ou coroa de Natal, é anterior ao cristianismo. Ainda na época dos gregos pagãos, elas eram colocadas nas portas de entrada como um “adorno de chamamento” aos deuses, ou seja, um sinal de boas-vindas.
Já na Roma Antiga, um ramo de plantas enrolado no formato de coroa era um voto de saúde. Posicionando-a na porta de casa, significava saúde para todos os habitantes.
Um pouco depois, na Idade Média, a sua relação com o Natal ainda não era muito forte. Também como símbolo de boas-vindas, era exposta na porta dos lares durante o ano inteiro com o brasão familiar. Além disso, ela servia de proteção contra bruxas, demônios e má-sorte.
Sempre carregando um significado bom, hoje a guirlanda é utilizada como decoração de Natal. Representando paz, prosperidade, evolução e recomeço, elas continuam adornando a porta de entrada de lares ao redor do mundo.
Apesar da grande variedade presente no mercado, que tal esse ano vc criar sua própria guirlanda?
eu já escolhi a minha!
Abaixo algumas sugestões:



Feita com plásticos ou com tule, tb deve ficar bonita!


Com pedras, cristais.Não sei como faz mas é linda!!!


De tecidos e recheada com acrilon!


Com conchinhas!!! Linda pra casa de praia!



Feita apenas com galhos de trigo!


Essas abaixo foram criadas pensando no meio ambiente!
Boa idéia pra ser trabalhada nas escolas!

Com latinhas!



Rolinhos de papel higiênico!!!



Essa com fitas de papel cartão!!




Círculos de tamanhos variados e bem coloridos!!!


Com cds!!



Estrelas de tamanhos variados feitas de Eva!

Cones de papel.Use a tesoura de picotar!!

TEMÁTICAS:

Botões!



Gravatas!


COMESTÍVEIS:




De jujubas!



De balas!
De sementes!

ROMÂNTICAS!!!


Feita com pompons!

Botões de rosas!!!





De lacinhos, bem atual!!!










http e https - O "S" QUE FAZ A DIFERENÇA


Você pode navegar na internet sem nem imaginar a diferença que uma letra do endereço do browser pode fazer. Um ‘s’ separa os protocolos de navegação HTTP do HTTPS. A mudança parece, mas não é nada pequena. O "S" significa security ou segurança, em português. O HTTPS é o protocolo ou conjunto de regras e códigos com uma camada de segurança que torna a navegação mais segura.
O HTTP não oferece a mesma segurança do HTTPS porque as informações navegam na rede de uma forma muito parecida com a apresentada na tela ou digitadas pelo usuário. Por exemplo, se o usuário digita um login "xxx" e uma senha "1234", isso é colocado dentro de pacotes de dados que são enviados da mesma maneira pela rede. Alguém pode interceptar esses dados no meio do caminho, contendo exatamente o digitado. Com essas informações, o interceptador pode acessar um site na internet.

"Interceptar pacotes entre a origem e o destino não é muito complicado na internet. Eles passam por diversas redes de uma ponta até a outra, como a rede de nossa casa ou empresa, a rede do nosso provedor, a rede do provedor do sítio web de destino e a rede onde está o servidor que esse sítio, por exemplo. Em qualquer desses pontos um indivíduo mal-intencionado pode encontrar meios de visualizar os pacotes de dados que trafegam. Não é uma tarefa trivial, mas não chega a ser difícil", segundo Antonio Moreiras, supervisor de projetos do NIC.br (Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR).

O HTTP tem vulnerabilidades que acabam por prejudicar os usuários. O HTTP não oferece certeza absoluta de que o site acessado é realmente quem diz ser. Um cracker pode interceptar os dados que trafegam e criar um falso sítio de destino, respondendo às requisições do navegador na web. Por exemplo, o usuário pode pensar que está navegando numa loja virtual, mas está, na verdade, interagindo com uma quadrilha que roubará seus dados pessoais, como senhas e números de cartão de crédito.

A função básica entre os HTTPs é igual, ou seja, é usado para permitir que os navegadores na internet dialoguem com os servidores, mas fornece mais segurança em dois aspectos: encripta os dados trafegados, embaralha-os de forma que somente o destinatário pode entendê-los. Esses dados podem ser interceptados, mas não são legíveis para as pessoas ou computadores. "É muito, muito difícil que possam ser decriptados e entendidos por alguma entidade que os intercepte no meio do caminho", aponta o supervisor.

O HTTPS também garante que o site que o usuário está visualizando é quem diz ser. O dono do local na web cria um certificado, dizendo quem é e submete isso a uma empresa certificadora, que verifica a autenticidade do mesmo e o assina, o endossando. Os navegadores reconhecem as principais empresas certificadoras e aceitam automaticamente os certificados assinados por ela, reconhecendo sua autenticidade e a da página correspondente.
Espero que a dica seja útil.
E não se esqueçam: um "s" faz uma diferença!!!!!!

Bjus

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

PETRÓPOLIS - TURISMO E HISTÓRIA, HiSTÓRIA E TURISMO

No dia 4/11, uma das escolas em que trabalho levou alguns alunos a cidade histórica/serrana de Petrópolis.

Viagem na escola significa momentos de descontração, farra e principalmente quebra de rotina, pois, mesmo que alguns já a conheçam uma viagem é sempre uma viagem ...

Tenho observado não só no Brasil, mas no mundo todo, que a História tem dado uma contribuição primordial ao Turismo. Ao mesmo tempo em que a História é utilizada como atrativo para o Turismo, ele também o é utilizado como um fator a mais de preservação e conservação de nosso Patrimônio Cultural como um todo, seja ele cultural, arquitetônico, natural, histórico.

Já parou para observar quantas cidades históricas brasileiras dependem quase que exclusivamente do turismo cultural e histórico?

Bem, chega de blá-blá-blá e vamos ao tur!

Primeira parada:

Casa de Santos Dumont

É um Chalé alpino francês, em três pavimentos e se destaca nos detalhes a inventividade do proprietário. Assim, a disposição dos degraus da escada de comunicação entre os pavimentos, que obriga o visitante a iniciar a subida com o pé direito, e o chuveiro com aquecimento a álcool são alguns exemplos da originalidade de Santos Dumont.




A turma se organizando pra subir!


2 ª Parada:




Quem ouviu Nunca Nele Falar?


3 ª Parada:


Palácio de Cristal

É uma estrutura pré-moldada de ferro fundido, foi uma construção que recebeu incentivo da Princesa Isabel e do Conde D’Eu. Tendo sido inaugurado em 1884 para abrigar exposições de produtos agrícolas e hortícolas. Hoje ganhou outras utilidades como abrigo par apresentações musicais e teatrais.
Aqui todos abusaram nas fotos!

4 ª Parada:


    Catedral de São Pedro de Alcântara

Muito linda! Pena nao termos entrado!


5 ª Parada:


Museu Imperial

Com construção em estilo neoclássico, foi construído para ser residência de verão de D. Pedro II e D. Teresa Cristina. É um lugar belíssimo e encantador.

E Aqui, eu!
Fotos "reais"!
Rsrsrsrs!


 
Espero que tenhamos outra oportunidade de voltarmos a essa cidade cheia de encantos, cheia de histórias pra nos Contar!



Amei !!!!!!


Ah, ja ia me esquecendo, e nao final da tarde, passadinha básica na Famosa Rua Teresa!

 












TOALHAS COM BARRADOS EM PEDRARIAS

Essas toalhas barradas eu aprendi a fazer com minha irmã.
Não são lindas?
Com a mesma técnica podem ser feitos caminhos de mesa, cortinas, detalhes em almofadas, enfim, tudo aquilo que sua criatividade permitir!!!
Espero que gostem!
Ah, caso desejem adquirir, entre em contato comigo através do meu e-mail: luciapourbaix@gmail.com
Tenho outras com cores variadas!







Bjinhus

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

SUTILMENTE...

Ontem pensei em postar algo, mas acho que estava meio triste, não sei bem o  porquê e aí o vento, a chuva vieram trazendo essa música pra mim. Acho que foi uma maneira sutil Dele me sugerir essa música (que gosto muito), pra um post! É bem bonita e na verdade tem um pouco da minha essência: a despretensão de agradar sempre e a pretensão de amar SEMPRE!!!




BJUS